A Espada Ajuramentada - Crítica no blogue Ler y Criticar

É sempre bom voltar a Westeros e respirar um pouco deste fantástico mundo que George R. R. Martin criou.

Após ter lido o primeiro livro das aventuras de Dunk e Egg (ver este link) regresso novamente a Westeros para continuar com as suas aventuras que se passaram uma centenas de anos antes de As Crónicas de Gelo e Fogo.

Tal como no livro anterior, o trabalho gráfico está excelente. Não sou um perito no assunto, mas todas as imagens apresentam detalhes interessantes, cores vivas e uma sequência que nos ajuda a facilmente perceber e imaginar a ação.

Novamente somos brindados com um livro que se lê sem parar, e que nos levará a conhecer um pouco mais de Dunk. Pelo meio ficaremos a saber bastante sobre o passado de Westeros, principalmente sobre a família Targaryen que reina no trono de ferro.
No entanto, este livro foca-se mais em Dunk e na evolução da sua personalidade. Agora mais maduro e sempre justo, Dunk continua a ser um cavaleiro ao qual as palavras faltam muitas vezes para vencer nestes jogos de intrigas, mas a sua boa vontade será sempre uma lição em qualquer contexto.

Sendo assim, esta história foca-se em duas situações: uma batalha passada da qual surgiram muitas consequências, e um problema local que Dunk terá de resolver, não por obrigação, mas por sentir que é o correto. Pelo meio serão revelados vários segredos. Realço ainda que o problema central da história dá um toque de realismo ao enredo, pois estamos perante um problema do dia a dia, mas muito importante, e ficamos assim a ver o desenrolar de acontecimentos que em nada mudarão Westeros, mas não é por ter uma dimensão menor que será menos importante para quem é afetado.

Claro que sendo um livro de GRRM, a intriga política está presente em força (apesar de mais leve do que num gigante livro das Crónicas), e a linha que separa os bons dos maus continua a ser muito frágil, acabando em surpresas (principalmente no fim) e em atos cruéis, como o autor já nos habituou. A religião continua presente e as personagens são humanas, e neste ponto devemos apreciar que a grande qualidade de GRRM nas Crónicas, também está aqui presente: é o realismo das personagens e a facilidade como as define em poucas páginas.

Tentando não revelar nada da história, este livro mostra que não é preciso nascer em berço de ouro para se ser nobre ou honrado. O dinheiro não compra a honra nem valores morais, e o pobre que não tem dinheiro, não terá de ser uma pessoa sem dignidade. Esta segunda aventura de Dunk e Egg (que neste livro continua a ser uma personagem importante, apesar de não tão relevante), dá vontade de ler já o próximo pelo seu final interessante. Não tem o impacto do livro anterior, por não ter tantas personagens importantes e não revelar os segredos que o anterior nos revelou, mas continua a ser uma excelente leitura para todos os fãs de Westeros e que queiram saber um pouco mais sobre o que levou a casa Targaryen à sua queda.

Publicado em 15 Março 2013

Arquivo

2019

2018

2017

2016

Visite-nos em:

Revista Bang Instagram Nora Roberts facebook youtube
Amplitude Net - e-Business