A Estrada do Tabaco - Crítica em Leituras do Fiacha

Uma leitura bem agradável, não digo de encher as medidas como por exemplo “A Vida Roubada” de Adam Johnson ou mesmo “As Serviçais” de Kathryn Stockett, dois dos melhores romances que já li publicados pela Editora SDE, mas ainda assim uma leitura interessante.

Como se percebe o livro ocorre numa época muito própria da sociedade americana. Este facto acaba por nos dar uma ideia de como se vivia nesse tempo, as relações bem como a forma de pensar de muitas pessoas, paralelamente também foi bem explorada a parte histórica do período em que a ação decorre.

Mas a grande mais-valia do livro é mesmo o humor negro como que somos presenteados ao longo da leitura do livro.

As dificuldades por que a família Lesters passa na vida são muito bem exploradas, acabando por nos mostrar uma sociedade cruel, racista e egoísta, a forma como muitos homens reagem em relação a uma situação de pobreza extrema, o papel dado à mulher na sociedade, a importância da religião e o sexo. Tudo nos é descrito de uma forma trágica mas com um humor muito bem trabalhado que nos dá uma visão cómica ao mesmo tempo.

Quanto as personagens acabamos por simpatizar com os membros da família Lesters, que foram muito bem desenvolvidas, acabamos por sofrer com os seus dramas, com os seus problemas e claro que acabamos por torcer para que a vida deles melhore.

Uma escrita fluida, sem momentos mortos e sem demasiadas descrições, um bom aproveitamento das personagens e um enredo bem desenvolvido, acabam por tornar a leitura muito interessante. Lê-se de forma muito descontraída e diferente do habitual.

Um livro interessante repleto de humor negro.

Publicado em 24 Setembro 2014

Arquivo

2020

2019

2018

2017

Visite-nos em:

Revista Bang Instagram Nora Roberts facebook youtube
Amplitude Net - e-Business