As Mentiras de Locke Lamora - Crítica em O Imaginário dos Livros

Apesar de já ter lido este livro há um ano é com muito gosto que escrevo agora esta opinião sobre ele. "As Mentiras de Locke Lamora" é, talvez, o meu livro favorito. De todos os livros que tenho lido, é muito difícil escolher apenas um como favorito. Sendo fã de várias sagas, é sempre difícil não vê-las como favoritas em detrimento de um livro sozinho. Mas não foi dificil descobrir dentro de mim que este livro foi diferente.

Porquê?

Porque é completamente e totalmente diferente de qualquer outro que eu já tenha lido! A história que se desenrola nas páginas mágicas de "As Mentiras de Locke Lamora" tem uma velocidade louca, estonteante e grandes momentos de ação. Momentos como nunca antes tinha lido. É por isso que gosto muito deste livro e digo que é o meu favorito.

O Locke Lamora:

Personagem principal do livro, Locke é um ladrão que assombra Camorr...que rouba a nobreza e que tem uma quadrilha muito especial. Locke é um ladrão muito engraçado e espertalhão que mente muito e muito e muito e arranja planos completamente loucos e perigosos para desenvolver os seus trabalhos, em conjunto com os seus companheiros. Só o Locke é meio livro. Só o que ele faz e diz vale mais do que muitas histórias que por aí andam. Ele é o "Espinho de Camorr", o famoso e desconhecido ladrão mais famoso de sempre!

Camorr:

A cidade onde Locke vive é um local que pode ser visto como uma espécie de Veneza do século XVI. Talvez, porque não tem muito a ver. Camorr é Camorr.  É "governada" pelo Capa Barsavi, um "mafioso" que vive no navio com os seus três filhos (dois rapazes e uma rapariga, amiga de Locke). Oficialmente, Camorr é governada pelo Duque de Camorr, que vive na sua imponente torre! A estrutura da cidade é completamente maravilhosa e as descrições são soberbas.

Os Cavalheiros Bastardos:

Assim se chama o bando de Locke. É composto por ele mesmo (o Garrista do bando (líder)), Jean Tannen, Calo e Galdo Sanza (gémeos), Bug, um novato, e Sabetha, uma rapariga misteriosa que não aparece fisicamente no livro e que é a amada do Locke. 
Ao longo da história vamos sabendo aspetos passados que explicam a essência deste universo. Trechos sobre o passado de Camorr, sobre outros locais, sobre feiticeiros e outros aspetos são-nos apresentados ao longo da narrativa o que é muito interessante.

A história não é apenas sobre aventuras deste bando. Não. É muito mais do que isso. No meio dos planos "normais" de Locke e das atividades dos Cavalheiros Bastardos, aparece uma misteriosa personagem que se intiula "Rei Cinzento" e que ameaça toda a cidade. O seu objetivo é conquistar Camorr e nada o pode impedir. Com a ajuda de um Feiticeiro. Muitos dos mais importantes criminosos da comunidade começam a aparecer mortos e tudo indica que é obra do Rei Cinzento. Este toma conhecimento da esperteza de Locke Lamora e vai utilizá-lo para conseguir alcançar os seus objetivos, através de magia e de outros meios.

Um enredo muito bem intrincado, cheio de ação e momentos de cortar a respiração são apenas alguns dos ingredientes deste fantástico livro que merecer ser divulgado!

Este não é um livro stand-alone, mas sim o primeiro de uma possível saga. O segundo já está publicado, chama-se "Red Seas Under Red Skies" e ainda não está disponível em Português. Espero que esteja brevemente, porque o final é tão estonteante que e curiosidade merece ser saciada!

Quem ainda não leu ou não conhece, leia! Este livro é um dos melhores que por aí existem!

Publicado em 5 Fevereiro 2015

Arquivo

2019

2018

2017

Listas de Recomendações

A Ler (38 livros)

Visite-nos em:

Revista Bang Instagram Nora Roberts facebook youtube
Amplitude Net - e-Business