Cristo Clonado - Crítica em O Sofá dos Livros

“Cristo Clonado” conta uma história bastante interessante e aborda um tema muito controverso. A clonagem é um tema muito discutido e cujos entraves e problemas não permitem ainda compreendê-la muito bem e as suas implicações. Sempre houveram rumores que um clone humano andava por aí, mas nunca passou disso.
Neste romance, autora centrou o início da acção no passado. Isso torna-se claro quando uma das personagens viaja no Concorde, um avião que já não cruza os céus na actualidade. O ritmo do livro é lento inicialmente e acelera até à fase do clímax.
 
Há personagens que adoramos como é o caso da Maggie e do Sam, estes são duas pessoas bastante simples e realistas. Apaixonei-me pelos dois, pela força e decisão que os dois apresentam. Felix, por seu lado irrita-me bastante, ele não me parece muito confiante em si próprio, as suas intervenções são muito ligadas à fé e aos seus dilemas internos, a sua demanda por Cristo, acaba por se tornar demasiado perigosa para quem está perto dele. Brown por seu lado deixa-me intrigada.
 
Eu li este romance com bastante curiosidade, inicialmente, depois comecei a ficar agarrada na escrita do autor e queria saber mais acerca de cada personagem e o que ia acontecer de seguida, iria o clone sobreviver?
 
Há momentos de acção tão intensa que me ia esquecer de onde estava nos transportes públicos. É um daqueles que nos fazem pegar e não pousar até ao final, deixando-nos com curiosidade de ler a continuação, apesar de ter ficado triste com uma das opções da autora.
 
É um thriller viciante que nos leva numa viagem que não queremos abandonar.
Publicado em 21 Abril 2014

Arquivo

2018

2017

2016

Visite-nos em:

Revista Bang Instagram Nora Roberts facebook youtube
Amplitude Net - e-Business