Eleanor & Park - Opinião no blogue The Girl Who Reads Books

Muitos de vocês já devem ter visto este livro nas livrarias, ou pelo menos, em redes sociais. E realmente entendo o porquê de tanto “falatório”. Porque é este livro um sucesso? Lá chegaremos..

“Eleanor & Park” fala sobre Eleanor e Park. “Que novidade!”, pensam vocês. Mas de facto, o livro fala deles, num conjunto, e não em separado, além do romance, como acontece em quase todos os romances juvenis ou adultos, por isso disse o que disse inicialmente. Tudo começa com a chegada de uma rapariga ruiva e “gordinha”, Eleanor, à escola. Esta entra no autocarro escolar, e não tendo outro lugar disponível, senta-se ao lado de um rapaz, meio coreano, chamado Park. No inicio, ambos mantém-se sentados distantes um do outro, literalmente, calados, sem quaisquer conversas. Mas aos poucos, Park vai notando que Eleanor lê as bandas desenhadas que este lê no autocarro, até que ele próprio, começa a partilhar várias revistas com Eleanor, e logo também cassetes de música. E por mim, começam a falar-se, até que há pequenos toques, nas mãos, no cabelo. E quando damos por nós, seguimos um romance “fofo”.

E eis a razão porque percebo que este livro teve tanto sucesso: Pela relação que existe entre Eleanor e Park. Antes de começar a ler o livro, procurei opiniões, entre as youtubers que sigo, e uma em particular descreveu o livro como sendo fantástico, dizendo que o romance destes dois jovens é “fofo” e então pensei “Como é possível que uma relação seja «fofa»?” E após terminar de lê-lo, acabo por dizer “faço das palavras da Jocas, minhas”. A Relação entre eles é mesmo fofa, é doce, é simplesmente adorável! É impossível não nos apaixonarmos tanto por um como por outro, e até mesmo pelos dois como um só. Park é carinhoso, atencioso, é uma âncora na vida de Eleanor, e esta sente uma necessidade enorme de estar próxima dele. Ele é o único que a consegue fazer sorrir, que ilumina a escuridão que é a vida de Eleanor. E é isto que faz o romance deles ser tão adorável.

Eu adorei mesmo muito o livro! O Final ficou um pouco em aberto, mas permite-nos imaginar o final que desejaríamos que tivesse. Relativamente à escrita da Rainbow Rowell, mais uma vez, vi-me apaixonada pela forma como ela escreve estas histórias (anteriormente, li “Fangirl”. Podem ver a opinião aqui), como cria personagens memoráveis e apaixonantes.

Confesso que ao inicio, tive algum receio que este fosse mais um daqueles livros tipo “overhyped” (que é muito falado, e que lhe é dado tanto crédito, quando no fim não é tudo isso), e que não fosse tão bom quanto Fangirl, mas revelou-se superior a tudo isso! Só pela capa, é impossível não ficarmos curiosos e já viciados na história. Algo que me surpreendeu foi um romance recente passar-se nos anos 80, pois trata-se de um romance juvenil, e geralmente isso não acontece. Mas eu gostei inclusive disto!

Publicado em 19 Outubro 2016

Arquivo

2017

2016

2015

Visite-nos em:

Forum Bang Forum Bang Nora Roberts facebook youtube
Amplitude Net - e-Business