Histórias dos Sete Reinos - Crítica no Segredo dos Livros

É sempre mais complicado para mim dar opinião acerca de um conto ou um livro de contos do que acerca de um livro "por inteiro". Histórias dos Sete Reinos não é diferente. Aqui são-nos apresentados três contos sobre Dunk e Egg passados nas terras dos Sete Reinos algum tempo antes dos eventos narrados nos livros As Crónicas de Gelo e Fogo.

Gostei de ver um reino diferente daquele que nos foi apresentado como "actualidade". Apesar de ser evidente que nem tudo está bem no reino, é evidente que, de certa forma, as coisas estão algo estáveis e que os Targaryen ainda são uma família poderosa. É impossível ficar imune às descrições de como Westeros era nesta altura e impossível não nos sentirmos atraídos pelo poder dos Targaryen e pelas descrições da beleza que o autor faz dos mesmos.

Nestes contos, são-nos apresentados homens de valor. Dunk, apesar de ter uma cabeça dura como uma muralha e ser um pouco totó, tem um sentido de responsabilidade imenso e daquilo que é certo ou errado. É ele que vai, de certa forma, educar Egg e, provavelmente, levá-lo a tornar-se num rei Targaryen justo e sensato. Acho que Dunk ainda tem muito para mostrar ao leitor e Egg tem muito para aprender com esta personagem tão simples e ao mesmo tempo tão complexa. Não posso deixar de referir as personagens secundárias. Desde Baleon, passando por Maekar, pelos filhos respectivos e por pequenos Senhores e Senhoras, todos eles mostram qualidade imensas e defeitos igualmente imensos. Mas são em todos os aspectos personagens notáveis que nos deixam completamente cativados.

Gostei de ver o "desabrochar" de Egg no último conto e espero, sinceramente, ver mais desta personagem extraordinária e da pessoa em que ele se vai tornar.

Publicado em 28 Julho 2014

Arquivo

2018

2017

2016

Visite-nos em:

Revista Bang Instagram Nora Roberts facebook youtube
Amplitude Net - e-Business