O Inferno de Gabriel - Crítica no blogue Leitura Não Ocupa Espaço

Gabriel é o filho pródigo dos Clark, mas não menos inadaptado e na sombra de vários demónios do passado.
Julianne, conhecida como Julia, é uma jovem inocente, que apesar dos traumas a que foi sujeita, não desiste do sonho que formou desde que conheceu aos seus dezassete anos, um atraente e afectuoso jovem atormentado, o Dante para a sua Beatriz.
Essa noite passada entre ambos nunca saiu das suas memórias, mas enquanto Gabriel, toldado pelas drogas e álcool  pensava que tudo não teria passado de uma alucinação, Julia sabia que tudo era real, mas achou que a sua paixão não era correspondida.
Anos mais tarde, encontram-se os dois em Toronto, mas a familiaridade de Julia, provoca em Gabriel o seu mau humor e hostilidade, deitando abaixo a esperança da recatada jovem, mas, a partir dai, uma linda e envolvente estória de amor começa, ou aliás, recomeça.
Conseguirão eliminar os fantasmas do passado de ambos?
Voltarão àquela noite mágica no bosque dos Clark?
Conseguirão a sua redenção, libertando-se para abraçarem a paixão e o amor?
Tive de "dormir" após finalizar a leitura deste livro, pois eram tantas as ideias que queria colocar nesta opinião, que não caberiam num só post, daí que decidi dar tempo ao meu coração e cérebro para o descanso devido.
Sabem quando gostamos tanto de uma coisa, mas não conseguimos encontrar as palavras certas que demonstrem essa mesma adoração? Pois bem, é assim que me sinto perante este livro de Sylvain Reinard!
Podia dar-vos uma lição sobre Dante e Beatriz, mas prefiro focar-me em Gabriel e Julia, este casal apaixonante e aditivo!
Quero felicitar o autor pela sua atenção ao pormenor e pesquisa efectuada em relação a Dante  Alighieri e a sua obra "Divina Comédia", que possibilitou a construção do envolvimento romântico, assim como dos intelectos de Gabriel e Julia.
Duas mentes brilhantes, Gabriel Emerson e Julia Mitchell, encontram-se, dando ao leitor uma panóplia de deliciosos acontecimentos, emoções e sentimentos, que não conseguem ser ignorados, transformando a leitura em algo ávido e desejoso, como se tratasse dos preliminares do grande êxtase final.
Gabriel é fisicamente atraente, assim como intelectualmente. Outrora um bad boy, hoje em dia um homem conformado e movido pelos seus antigos vícios na procura de uma vida melhor para si e para os que o rodeiam. Complexo e misterioso, são alguns dos adjectivos que definem este fantástico personagem que Reynard criou.
Julia é jovem e inocente, e embora com uma baixa auto-estima provocada por acontecimentos humilhantes no passado, é inteligente e determinada, não deixando esmorecer a esperança de que um dia o seu Dante voltará para si.
Com mais em comum do que pensam, o professor e a sua aluna, são a salvação um do outro, mas para isso, terão de vencer os seus medos, revelar os seus segredos, e entregarem-se um ao outro sem reservas.
"O Inferno de Gabriel" é um livro sensual e erótico, mas cujo principal foco se concentra no romance.
Se esperam algo de género de As Cinquenta Sombras de Grey, lamento mas não o vão encontrar, pois Sylvain Reynard elevou a sua obra a um nível muito melhor!
Podem contar com sexualidade e sensualidade, mas, acima de tudo, uma bela estória de amor, que todos nós gostaríamos de viver!
"O Inferno de Gabriel" é cativante, pecaminoso e urgente!
Uma leitura rápida e entusiasmante, que nos deixa a chorar por mais e mais!
Lamento se as minhas palavras não reflectem o quanto adorei este livro, mas como disse mais acima, por vezes é-nos difícil colocar em palavras o que nos vai no coração.
Sylvain Reynard assume-se, assim, como um dos grandes romancistas do momento!

Publicado em 13 Fevereiro 2013

Arquivo

2019

2018

2017

Visite-nos em:

Revista Bang Instagram Nora Roberts facebook youtube
Amplitude Net - e-Business