O Príncipe - Crítica em Os Livros Nossos

 O Príncipe, de Sylvain Reynard, é um pequeno livro integrado na série Noites de Florença, que por sua vez, é um Spin Off da série O Inferno de Gabriel.
Aqui estamos perante uma pequena novella que funciona como prequela à série, mas que poderá constituir também uma leitura apelativa e capaz de convencer os leitores estreantes a desvendar a escrita deste autor, com o seu estilo muito próprio, conjugando história, literatura, e dando especial destaque à belíssima cidade Italiana de Florença, berço do Renascimento.
O foco central deste pequeno grande livro é, em especial, o percurso pessoal do Príncipe de Florença, um vampiro,senhor absoluto do submundo Florentino. Reencontramos o casal Emmerson, protagonista da série Inferno de Gabriel, mas o acento tónico vai, de facto para O Príncipe.
Encontramos (ou reencontramos, consoante tenhamos ou não lido"Raven-Noites de Florença") um anti-herói forte, poderoso, com capacidades fora do comum que se atribuem à sua espécie sobrenatural, mas fica bem patente a sua atitude marcadamente ambivalente, e um cinismo e frieza que procuram camuflar uma vida longa de perdas acumuladas.
É apelativa, e cheia de acção, mistério e um toque de erotismo, a trama deste livro, que nos deixa imersos entre as lutas de poder, a intriga política e os perigos do submundo, quase como se, por ali, o tempo tivesse parado noutros séculos, nestes aspectos.
Mais uma vez, encontramos um protagonista fascinante, com uma pesada carga emotiva, um vazio emocional que parece esconder algo que queremos muito desvendar. E quase fundida com o Príncipe, de uma forma visceral, encontramos a sua amada Cidade de Florença, também ela bela, fascinante e poderosa, capaz de exercer sobre nós um estranho poder encantatório e uma vontade de a revisitar, sendo o Príncipe capaz de nos causar o mesmo efeito.
Florença tem um submundo onde gostaríamos de habitar!
O único defeito desta obra é deixar-nos ainda mais ansiosos pela continuidade da narrativa, adoro o cenário [Florença é, "apenas", a minha cidade preferida de todo o sempre], a história, e sou fã incondicional deste anti-herói sobrenatural, tão poderoso mas tão frágil em tantos aspectos, que é o Príncipe de Florença, acho perfeita a combinação de força e fraqueza nesta personagem marcante, e capaz de fazer suspirar muitos corações, em ambos os mundos.
Viciante, poderosa, emotiva cativante. Recomendamos sem hesitação.

Publicado em 15 Julho 2015

Arquivo

2019

2018

2017

Visite-nos em:

Revista Bang Instagram Nora Roberts facebook youtube
Amplitude Net - e-Business