O Último Conjurado opinião no blogue Livros de Vidro

A-D-O-R-Á-M-O-S!

A bem da verdade não somos fãs de romances históricos. Tendencialmente, são chatos. Demasiado carregados com história, com demasiados pormenores e, a bem da verdade, muitos deles não interessam ao leitor quando quer desfrutar de um romance, mesmo com base real e factual. 

Mas Isabel Ricardo trouxe-nos um romance magnífico. Sendo realmente honestos, inicialmente, estranhámos o texto. Talvez devido à nossa não ligação ao género. Mas a realidade é que depois entranhámos, como diria Fernando Pessoa.

Ficámos encantados com a forma como a autora descreveu a revolução portuguesa de 1640. De como deu vida a D. Pedro, D. Afonso e D. Diogo. De como D. Laura encantava todos e mais, adorámos todas as surpresas, amores e paixões que foram surgindo.

Ficou bem patente o peso que a honra tinha, a forma como a palavra de um homem era valorada. 

Mas desengane-se quem pense que são tudo rosas, porque não o são. Há lugar para vilões. Portugueses e espanhóis. D. Manuel e D. Cristóvão de Vilar, são exemplo disso e que muito mal semeiam ao longo da trama. 

Demos connosco a desejar ler mais e mais, ansiosos por descobrir e desvendar os segredos e desenvolvimentos. Podemos dizer que ficámos fãs!

 

Classificação:

- Escrita: 9,4
- História: 9
- Revisão do texto: 9,8
- Complexidade:9
- Trabalho gráfico: 8,7 

Total geral: 9,18

0 - Péssimo
1 a 3- Muito Mau
4 a 5- Mau
6 a 7- Satisfatório
8- Bom
9 - Muito Bom
10 - Excelente!

Publicado em 22 Dezembro 2017

Arquivo

2018

2017

2016

Visite-nos em:

Revista Bang Instagram Nora Roberts facebook youtube
Amplitude Net - e-Business