Os Contos Mais Arrepiantes de H. P. Lovecraft opinião em O Sofá dos Livros

Depois de Edgar Allan Poe, chegou a vez de serem editados os contos de Howard Phillips Lovecraft. Este novo livro atrai os todos os leitores, pelo menos a mim, pela sua edição de capa dura. Tal como o seu antecessor esta edição faz lembrar os antigos livros e edições do final do século XIX e início do século XX.

Estas edições têm-nos trazido os autores que mudaram o género do fantástico e do terror, antecedendo uma mudança radical que vai alterar todo o curso da literatura e do que se escreverá dali para a frente.

Lovecraft escreve sobre um sobrenatural que não se falava naquela altura, sobre pesadelos e medos, criaturas imaginárias que nasceram na sua mente, tendo se tornado num grande nome e um inovador. Tendo vários seguidores, acabando por criar o seu próprio género.

Os contos que estão neste livro deixam-nos sem fôlego esperando sempre pelo que vai acontecer na página seguinte. O fascínio do autor pelo oculto está bem patente em todas as páginas. Este criou criaturas que mais tarde deram origem aos atuais zombies, entre outros, que tantas páginas de livros e horas de filmes consomem.

De todos os contos do livro posso salientar um como meu preferido, aquele que mais me arrepiou e que mais me viciou, porque, por mais que fosse arrepiante mais eu o queria ler e pretendia chegar ao seu fim. O seu título é "Herbert West, reanimador" de 1922, este conto surpreendeu-me e conseguiu captar-me completamente. Consigo imaginar os seus leitores  a aguardarem ansiosamente pela sua continuação, meses a fio, o seu desespero e vontade de continuar a ler para saberem o seu desfecho.

Um excelente livro com uma edição excelente.

Publicado em 17 Outubro 2018

Arquivo

2018

2017

2016

Listas de Recomendações

Visite-nos em:

Revista Bang Instagram Nora Roberts facebook youtube
Amplitude Net - e-Business