Redimida - Crítica em Doce Sonhadora

Foram quase 6 anos (mais precisamente 5 anos e 8 meses) à espera deste livro, a ler livro e mais livro, uns que me desiludiram imenso, outros que até gostei, mas sempre a desejar saber o final tão aguardado por mim da Zoey e principalmente da minha personagem favorita: o Stark.
O penúltimo livro desta série ("Revelada") para mim foi um desastre total, o livro é minúsculo, a história não é apelativa e tinha momentos parados que notava-se que só enrolava, fazendo com que a leitura não seja cativante e eu tenha demorado imenso a ler o livro e fez com que eu tenha dado apenas 2 estrelas.
 
Mas este último livro superou todas as minhas expectativas, sim eu queria saber qual o final desta série que eu acompanho à tanto tempo e eu não sabia nada sobre ele, simplesmente afastei-me de todos os spoilers sobre o livro e pela primeira vez nem sequer li a sinopse, isto para conseguir aproveitar bem a leitura e compensou, eu adorei o livro, adorei a narrativa, desde o início é acção atrás de acção, não existe momentos mortos e quando chegamos ao fim só queremos mais e ficamos com aquela sensação de saudade, eu até chorei no final (só resta esperar para ver se a editora irá trazer para Portugal os restantes spin-offs da série).
 

 

Antes de mais tenho que dar os parabéns à editora pela capa linda que fizeram, finalmente mais uma capa perfeita que, como podem ver na última fotografia, algumas das capas não são apelativas e para mim a capa mais bonita era a de Destinada e agora de Redimida, claro que a capa não muda o interior do livro, mas para quem gosta de guardar os livrinhos gosta sempre de ter belas capas e acho que esta última foi uma excelente opção para fechar a série em grande.
 
Neste último volume da série Casa da Noite, temos a derradeira luta entre o a luz e a escuridão, onde a Zoey e os seus amigos têm que enfrentar a terrível Neferet que neste livro mostra perfeitamente que está completamente maluca e precisa urgentemente de ser travada, mas durante esta luta a Zoey terá de fazer escolhas que não só irá influenciar a ela, mas também a quem a rodeia, terá que crescer de vez, ser responsável e decidir definitivamente o que está disposta a sacrificar pelos outros.

 

 

A história do livro, tal como já disse, é bastante atractiva, ao contrário de alguns anteriores, neste a acção do livro é bastante rápida e acontece imensas coisas ao mesmo tempo, o que faz com que o leitor não consiga parar de ler e só queira saber como vai ser o final e afinal quem vai ganhar.
 
 Tenho que falar dos personagens e não sei porquê, mas desde o primeiro livro eu nunca me identifiquei muito com a Zoey, sempre a achei infantil, fútil e que parecia ser a "última bolacha do pacote" e isso irritava-me e neste último livro ela própria admite os seus erros e nota-se um grande crescimento a nível pessoal o que eu gostei imenso, ela admite e corrige, o que faz com que eu finalmente admirasse a Zoey, foi preciso chegar ao último livro mas chegou xD
 
Já em relação à minha personagem favorita, o Stark, desde o primeiro livro em que ele apareceu eu sempre tive medo do final dele, eu precisava de saber afinal como iria acabar e tinha medo da forma como as escritoras iriam levar o final do personagem, e quando cheguei ao final, chorei imenso, chorei pela saudade imensa que irei ter do Stark, ele é perfeito e sim vou ter saudades deles *.*
 
Já a Neferet, ai o que digo desta personagem louca? Ela é simplesmente louca e ponto final. Nos capítulos dela percebemos perfeitamente o tamanho da loucura dela e como ela pensa, não tenho outra palavra para a descrever, Neferet é louca e as escritoras conseguiram perfeitamente mostrar isso.
 
Tal como nos livros anteriores, os capítulos narrados pela Zoey são na primeira pessoa e os capítulos referente a outras personagens são narrados na terceira pessoa, o que faz com que o leitor consiga distinguir os capítulos da personagem principal com os das outras personagens secundárias. A primeira vez que apareceu este tipo de narrativa nesta série (já não me lembro a partir de que livro foi) eu estranhei bastante, mas depois de habituar fiquei bastante fã, pois podemos conhecer melhor as outras personagens e neste último livro era sem dúvida essencial.
 
Relativa à escrita das autoras é basicamente o mesmo desde o primeiro, realmente não sei se houve grandes mudanças, mas um ponto que eu vi neste último livro foi que elas foram mais directas ao assunto, não andaram de um lado para o outro e sim escreveram o que realmente era importante e acho que deveria ter sido assim desde os primeiros livros e infelizmente isso não aconteceu, mas felizmente fizeram o certo neste último.
 
Por fim, aqui fica a fotografia com a minha colecção completa, os 12 livros, mais o Manual do Iniciado e oJuramento de Dragão.

 

 
Se ficaram a meio da série e ficaram desiludidos e não sabem se devem ou não continuar, acreditem que por este final 5 estrelas compensa tudo, claro que têm que ser pacientes e conseguir ler todos os livros, sei que são muitos, mas no final vai compensar imenso!
 
Classificação: 5 Estrelas
Publicado em 12 Março 2015

Arquivo

2019

2018

2017

Visite-nos em:

Revista Bang Instagram Nora Roberts facebook youtube
Amplitude Net - e-Business