Sedução na Noite - Crítica no blogue Morrighan

'Sedução na Noite' é, provavelmente, o meu preferido de toda a saga Predadores da Noite até ao momento. A história é intensa, de acção constante, mas que acima de tudo nos faz sentir um turbilhão de emoções ao longo da sua leitura.

Neste volume, temos mais um predador da noite, Valério, cujo passado é tão tenebroso que ainda hoje ele não consegue dormir em paz. Descendente de uma família nobre romana, o seu avô foi quem matou o grande guerreiro grego Kyrian, ex-predador da noite de quem já se conheceu a história em 'Prazer da Noite'.
Para além de Valério e Kyrian já serem inimigos mortais pelas razões mais óbvias, agora há o facto adicional de Valério ter conhecido Tabitha, irmã de Amanda que é mulher do Kyrian, e de estes se envolverem.

Como se já não bastasse, o Olímpo anda inquieto. Estranhos acontecimentos afloram Nova Orleães e há morte por todo o lado. Uma coisa é certa, ninguém está seguro. Nem mesmo Acheron.

Enquanto vamos conhecendo mais um pouco a história de Valério e a forma como a sua vida se cruzou com a de Kyrian (Prazer da Noite) e Zarek (Dança com o Diabo), vai sendo impossível ficarmos indiferentes. Penso que é mesmo o predador da noite que mais me emocionou de todos.

Desenvolvimentos interessantes também os há em relação ao Acheron. Desde o primeiro volume que este é o predador da noite mais misterioso, mais poderoso e que é mais temido por todos os seres. Em 'Sedução da Noite' ficam levantadas ainda mais questões sobre esta personagem e há outras que vão sendo desvendadas, embora nunca totalmente.

Sherrilyn Kenyon continua a não desiludir. Já são sete volumes de puro entusiasmo. Alguns mais eróticos, outros com mais conteúdo e mais emocionantes, como é o caso deste, mas cada um especial à sua maneira. Adorei mesmo.

Publicado em 25 Novembro 2011

Arquivo

2019

2018

2017

Listas de Recomendações

Visite-nos em:

Revista Bang Instagram Nora Roberts facebook youtube
Amplitude Net - e-Business