Segredo de Prata - Crítica no blogue As Leituras do Corvo

Mercy Thompson tem uma perigosa tendência para fazer inimigos poderosos - e, por poderosos, entenda-se dotados de capacidades invulgares. Depois de superado o seu conflito com a rainha dos vampiros, o inimigo é agora um ser feérico disposto a tudo para conseguir tomar posse de um livro que, sem que esta soubesse dos seus segredos, foi confiado a Mercy por um amigo. Como se isso não bastasse, a situação no bando é conflituosa e há quem esteja a usar os vínculos para interferir na relação de Mercy com o seu companheiro. E há ainda Samuel, cuja posição perante a vida parece estar a seguir um rumo irremediável... Mais uma vez, problemas não faltam na vida da protagonista. Mas estará ela, mais uma vez, à altura da situação?

Tal como vem sendo habitual ao longo desta série, acção é coisa que não falta neste livro. Com múltiplas situações complicadas a surgir no caminho de Mercy, esta é uma história em que há sempre alguma coisa a acontecer. Momentos explosivos, situações de grande tensão e revelações inesperadas fazem parte do que caracteriza os livros desta série - e Segredo de Prata não desilude.

Mas há mais para lá da acção. Muitas das personagens que interagem com a protagonista são já familiares e, por isso, torna-se cada vez mais interessante seguir a evolução das suas relações, quer com Mercy, quer entre personagens secundárias. De ódios e de simpatias, de afectos invulgares e da posição de alguns perante a diferença, os diferentes rumos na interacção entre personagens servem não só para criar momentos de tensão e de emoção, mas também, nalguns momentos, para levantar questões interessantes, principalmente a nível dos inevitáveis preconceitos que, por vezes, surgem.

Apesar de tudo isto, o melhor deste livro está, sem dúvida, na relação entre Mercy e Adam. Apesar das dificuldades, ou talvez devido a essas dificuldades, há um notório crescimento na relação entre ambos, tanto a nível das fragilidades que são exploradas, como na forma como temperamentos tão contrastantes tendem a complementar-se. Ambos crescem na relação um com o outro, e na forma como esta relação se estabelece no interior de uma ligação tão forte como o é a do bando. E também isto contribui para que, quando surgem, os momentos mais emotivos tenham um maior impacto.

Viciante, com uma história cativante e personagens que, a cada novo livro, se tornam mais interessantes e mais complexas, Segredo de Prata usa as medidas certas de acção e emoção para criar uma história que é, simplesmente, de leitura compulsiva. Muito bom.

Publicado em 23 Março 2012

Arquivo

2019

2018

2017

Visite-nos em:

Revista Bang Instagram Nora Roberts facebook youtube
Amplitude Net - e-Business